Joomla gallery by joomlashine.com

Banners Promocionais

HomeInformaçõesInteresse GeralMensagem do Bastonário

Mensagem do Bastonário

Caras e Caros Colegas

Estamos em época de festas e depois disso, no início de um novo ano.

Neste final de ano quero desejar Boas Festas e que o ano de 2019, quer pessoal quer profissionalmente, seja um ano repleto de sucessos.

Em termos profissionais, estou absolutamente convicto que será um ano bem mais simpático que os anos de um passado recente.

A OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos é uma Ordem Profissional que tem vindo de uma forma preocupada e responsável a pugnar pela resolução dos problemas da Engenharia Portuguesa, neste tempo em que sociedade portuguesa, felizmente, se liberalizou e libertou de conceitos e posturas retrógrados e, como tal, avessos ao progresso.

O reforço do reconhecimento da sociedade e do poder político nos últimos anos é uma afirmação do trabalho que temos desenvolvido e que pretendemos continuar a desenvolver. Este processo culminou no atual e diversificado quadro legal que permite que todos os diplomados em engenharia se inscrevam na OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos, contrariamente ao que acontecia antes, em que só representávamos os Bacharéis. Por comparação, hoje somos a única Ordem Profissional que representa os Bacharéis, os Licenciados pré-Bolonha, os Licenciados pós-Bolonha, os Mestres e os Doutores, em engenharia. E, portanto, somos a Associação Pública Profissional da área da engenharia em Portugal que representa todos os detentores de um curso superior de engenharia, tendo por esse motivo um espetro mais largo de representatividade, representando mais de um terço desses profissionais, possuidores dos graus académicos de bacharel, licenciado (anterior e atual nos termos do Processo de Bolonha), mestre e doutor, em engenharia, obtidos no ensino superior politécnico e no ensino superior universitário e por essa razão não podem nunca ser ignorados.

Estar inscrito na OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos e ser Engenheiro Técnico é uma opção pessoal, que não tem a ver com o grau académico, à exceção dos bacharéis, mas sim com a escolha da Ordem que achamos melhor representar os profissionais de engenharia.

Por outro lado, e não menos importante, os engenheiros técnicos podem atualmente praticar sem limitações os atos que são próprios das especialidades de engenharia.

Igualmente tenho a destacar que fruto dos acordos existentes, os membros da OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos podem exercer a sua atividade em Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, em todos os 34 países europeus da FEANI e do espaço económico europeu e brevemente em todos os países com os quais estamos a negociar protocolos, tais como a Venezuela.

A nossa Ordem existe para regular a atividade dos seus associados e esta regulação assenta obrigatoriamente em três preocupações fundamentais: a defesa dos nossos membros, a defesa das boas práticas no exercício da engenharia e a defesa do consumidor.

O ano de 2019 ficará certamente marcado por estes aspetos, mas principalmente pelo paradigma da representação dos profissionais da Engenharia Portuguesa, com a certeza que os Engenheiros Técnicos não aceitarão em nenhuma circunstância serem excluídos do CNOP, do conjunto das organizações da CPLP e outros espaços de influência.

Por muito que alguns se esforcem para excluir a OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos, o que podemos assegurar é a derrota em toda a linha dessas posições, como já aconteceu com a derrota que tiveram com a criação da OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos, com a Lei 40/2015 e outras leis que asseguram a total e absoluta paridade entre profissionais de engenharia, como também perderam quando apostaram no esvaziamento da OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos.

A OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos continuará a sua linha de modernização e inovação para que se aumente a competitividade e que a obrigatoriedade de pertencer a uma Ordem seja um motivo de orgulho pessoal e não um fardo ou um peso em termos profissionais.

A Ordem continuará a seguir o caminho de prestígio que tem percorrido e que hoje nos dá a certeza de ter na OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos uma associação que defende intransigentemente a Engenharia e a sua prática pelos Engenheiros Técnicos.

Em 2019 queremos continuar a liderar o aumento da influência na sociedade da Engenharia e dos seus profissionais, sem excluir ninguém, com a certeza que a OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos será sempre uma parte da solução para os problemas que afetam o exercício da engenharia em Portugal e no mundo.

São estes os votos que expresso e que, conjugados com a realização pessoal, nos dará razão haja esperança e alegria para o novo ano de 2019.

Lisboa, 18 de dezembro de 2018

Augusto Ferreira Guedes

Bastonário

Boas Festas e um Feliz Ano Novo

 

Pesquisar:

Contactos

ContactosContactos das várias secções e delegações da Ordem dos Engenheiros Técnicos.

ler mais ...

Bolsa de Emprego

Docs / SupportAqui poderá verificar as últimas ofertas de emprego

ler mais ..

Revistas

Revistas da Secção Regional Norte Veja as várias edições da Revista "Tecnologia e Vida" da Secção Regional Norte

ler mais ...

Go to top